quinta-feira, 19 de outubro de 2017

Memória afetiva

Dias desses, caminhando pela rodovia depois que saí do trabalho, notei que alguém tinha colocado fogo em um terreno baldio.
Havia fumaça pra todo lado. Mas não foi isso que chamou minha atenção.
Parei há uns 50 metros e fiquei sentindo o cheiro do capim seco queimando. 
Gosto muito desse cheiro.
Fiquei alí um bom tempo parado, lembrando da época de criança, quando brincava o dia todo na rua e sempre tinha alguém colocando fogo em quintais ou terrenos e com isso, a gente sempre sentia esse cheiro.
Um conhecido parou perto de mim e puxou conversa.
- Esse pessoal tem mania de colocar fogo no mato, puta que pariu.
- Verdade. Respondi
- Sem contar que fica esse cheiro da porra. Fala sério.
- Gosto desse cheiro. Me trás boas lembranças. Respondi
Me olhou meio desconfiado e deu uma risada marota.
-Você deve ser meio doido, com um parafuso a menos. Como pode gostar de um cheiro desses?
- Tenho memória afetiva. Respondi
- Que troço é esse de memória afetiva? Nunca ouvi falar disso.
- Deixa pra lá. Você não vai entender.
Acendi um cigarro e segui o caminho até minha casa.

14/09/2017

Seja o primeiro a comentar ;)

Postar um comentário

  ©Sonífera Ilha - 2007/2015 - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo